Cavaco vai enviar nas próximas horas para o Constitucional o corte das pensões

22 nov, 2013 • Paula Caeiro Varela

Presidente da República diz que a decisão que vai tomar tem em conta o "superior interesse nacional" e refere que não cede a pressões.
Cavaco vai enviar nas próximas horas para o Constitucional o corte das pensões
Cavaco vai enviar nas próximas horas para o Constitucional o corte das pensões

O Presidente da República deve enviar até amanhã para o Tribunal Constitucional o diploma sobre a convergência das pensões, que resulta num corte médio de 10% das remunerações. A informação foi apurada pela Renascença junto de uma fonte de Belém.

Durante uma visita às instalações da Nokia-Siemens, Cavaco Silva foi questionado se já tomou uma decisão sobre a matéria. De início, o chefe de Estado lembrou que o prazo ainda está a decorrer, mas depois deixou escapar uma indicação que dá a entender que a decisão vai no sentido de enviar o diploma para os juízes do Constitucional.

"Têm que esperar para conhecer o requerimento que eu vou apresentar. Neste momento, não posso estar a antecipar", disse o Presidente da República aos jornalistas.

Na sequência destas declarações, e ao que a Renascença apurou, a decisão já foi tomada e deve ser formalizada nas próximas horas.

Cavaco Silva garantiu que a sua decisão vai levar em conta "o superior interesse nacional" e garantiu que não vai ceder a pressões.