Itália

Escândalo continua. Buffon chamado pela polícia

31 mai, 2012

O guarda-redes teceu declarações polémicas e a polícia quer ouvi-lo como testemunha no processo da viciação de resultados em jogos do futebol italiano.
Escândalo continua. Buffon chamado pela polícia
juventus

O caso da viciação de resultados e apostas ilegais em Itália continua a fazer correr muita tinta. Segundo a "Gazzetta dello Sport", a polícia italiana quer ouvir o guarda-redes Gianluigi Buffon.

O atleta da Juventus afirmou que "se duas equipas quiserem jogar para o empate, isso é com elas", referindo-se ao empate a zero na época passada, na Serie B, entre Siena e Novara, a que acrescentou que "às vezes é melhor dois feridos do que um morto".

As autoridades italianas não gostaram das declarações e o guardião da selecção transalpina será chamado a depor. O caso já levou à prisão de vários fuebolistas, entre eles o capitão da Lazio Stefano Mauri.