Tempo
|

Juros da dívida portuguesa abaixo dos 5%

20 jan, 2014

Também esta segunda-feira, analistas do banco ING recomendaram o investimento em títulos de Portugal a 2 e 5 anos.

Os juros da dívida portuguesa nos títulos a dez anos ficaram esta segunda-feira abaixo dos 5%, algo que não acontecia desde Maio de 2010.

A descida das taxas portuguesas acompanha a tendência de descendente das taxas de juro das dívidas europeias, sobretudo da Irlanda e Espanha.

Filipe Silva, gestor de dívida do Banco Carregosa, diz que a “Irlanda, por exemplo, está com taxas a dois anos nos mínimos de sempre. A Espanha atingiu hoje, nos 10 anos, taxas abaixo de valores de 2006. Portugal acaba por beneficiar com este movimento e ter as taxas a dez anos abaixo dos 5%”.

Segundo o gestor de dívida, esta descida “é importante porque na próxima emissão de dívida que Portugal fizer, se este movimento se mantiver, vai pagar taxas mais baixas, ou seja, menos juros, o que é bastante positivo para o equilíbrio das contas públicas portuguesas”.

Também esta segunda-feira, analistas do banco ING recomendaram o investimento em títulos de Portugal a 2 e 5 anos, na sequência da decisão da Moody's, na sexta-feira, de melhorar o “rating” da Irlanda.

Na sexta-feira, a Standard & Poors retirou Portugal do chamado "creditwatch negativo" (observação negativa do risco da dívida portuguesa), o que significa que não deve fazer alterações no “rating” do país a curto prazo.