Tempo
|

Congresso do CDS pode ficar para o Outono

11 jul, 2013 • Eunice Lourenço

Comissão executiva do partido discutiu adiamento.

Congresso do CDS pode ficar para o Outono

O congresso do CDS-PP deve ser adiado para depois das eleições autárquicas, marcadas para 29 de Setembro. A decisão foi discutida na reunião da comissão executiva do CDS, mas ainda terá de ser votada em conselho nacional.

O congresso esteve marcado para os dias 6 e 7 deste mês e depois foi adiado para 20 e 21. Tendo em conta o evoluir da crise política, a direcção de Paulo Portas entende que o melhor será adiar mais uma vez e desta vez com um prazo mais longo, para depois das autárquicas.

O líder do CDS é um dos protagonistas da crise política, depois de ter dito que se demitia do Governo, decisão que considerou "irrevogável". Mais tarde, acabou por recuar: a nova proposta de coligação PSD/CDS prevê o cargo de vice-primeiro-ministro para Paulo Portas.

A proposta foi apresentada a Cavaco Silva, que prefere um "compromisso de salvação nacional" entre PSD, CDS e PS.