Tempo
|

Poliomielite tem um novo aliado no Paquistão: os taliban

19 dez, 2012

Extremistas consideram que campanha de inoculação é uma conspiração para esterilizar muçulmanos.

Poliomielite tem um novo aliado no Paquistão: os taliban

Duas funcionárias de saúde foram assassinadas no Paquistão, elevando para nove o número de vítimas dos últimos três dias. Em comum têm o facto de estarem envolvidos na campanha de vacinação contra a poliomielite.

O Paquistão é um de apenas três países em que a doença, que deixa as suas vítimas com lesões irreversíveis, continua a ser endémica, mas os esforços no sentido de a erradicar estão a dar de caras com a oposição dos taliban, que consideram que a campanha de inoculação não passa de uma conspiração ocidental para esterilizar os muçulmanos.

Cinco funcionárias da campanha foram abatidas a tiro ontem e esta quarta-feira de manhã outra mulher foi atingida, morrendo dos seus ferimentos. Horas mais tarde foi assassinada mais uma trabalhadora juntamente com o seu condutor.

Os ataques tiveram lugar em vários pontos do país e já levaram a UNICEF e a Organização Mundial de Saúde a suspender a campanha.