Tempo
|

Obama elogia encíclica ecológica do Papa

19 jun, 2015

A posição do Presidente Obama contrasta com a de alguns republicanos, para quem o Papa não devia imiscuir-se em assuntos que são da esfera da ciência.

Obama elogia encíclica ecológica do Papa
O Presidente norte-americano, Barack Obama, elogiou, na quinta-feira, a encíclica do Papa Francisco sobre o ambiente e a ecologia.

Numa nota publicada pela Casa Branca, Obama diz que as palavras do Papa nesta matéria, sobretudo acerca das alterações climáticas, são bem-vindas. “Saúdo a encíclica de Sua Santidade o Papa Francisco e admiro profundamente a sua decisão de defender – com claridade, força e toda a autoridade moral que advém do seu cargo – medidas contra as alterações climáticas”, afirma Obama.

O líder dos Estados Unidos manifesta ainda a sua esperança de que a próxima cimeira sobre alterações climáticas, prevista para Paris em Dezembro, possa decidir medidas concretas. “Espero que todos os líderes mundiais - e todos os filhos de Deus - reflictam sobre este chamamento do Papa para se unirem na defesa da nossa casa comum”, diz Obama.

A tomada de posição de Barack Obama contrasta com as afirmações de outros políticos americanos, nomeadamente alguns republicanos mais conservadores, como Jeb Bush e Rick Santorum, que são cépticos em relação as causas das alterações climáticas. Santorum chegou a dizer que o Papa devia, nesta matéria, “deixar a ciência para os cientistas”.

Na sua encíclica o Papa diz que existe um grande consenso de que as alterações climáticas são causadas por acção do homem e defende que os países ricos, que tiraram mais proveito da exploração dos recursos naturais, têm uma dívida ecológica para com os países menos desenvolvidos.