Tempo
|

Novo Patriarca da Bulgária para tentar limpar imagem da Igreja

25 fev, 2013 • Filipe d’Avillez

Neofit, de 67 anos, chefia agora a confissão ortodoxa que representa cerca de 80% dos búlgaros, mas que tem sido marcada por escândalos nos últimos anos.  

Novo Patriarca da Bulgária para tentar limpar imagem da Igreja
O sínodo da Igreja Búlgara elegeu ontem o bispo Neofit como Patriarca.

Aos 67 anos, Neofit sucede assim ao Patriarca Maxim, que morreu em Novembro aos 98 anos.

O novo Patriarca tem agora a difícil tarefa de limpar a imagem de uma Igreja ainda muito marcada por escândalos financeiros e políticos.

A acusação mais grave tem a ver com colaboracionismo com o regime comunista. Ao longo dos últimos anos surgiram revelações de que pele menos 11 dos 15 bispos búlgaros teriam colaborado de alguma forma com a polícia secreta do regime.

Neofit também tinha uma ficha na polícia secreta, mas esta só continha informação sobre ele e não contém indícios de qualquer colaboração da sua parte.

Neofit é especializado em canto litúrgico e fez parte da sua formação em Moscovo.

A Igreja Ortodoxa da Bulgária tem entre oito e 10 milhões de fiéis e está em comunhão com as restantes igrejas ortodoxas da Europa de Leste, incluindo Moscovo e Grécia, que no seu conjunto forma a segundo maior comunhão cristã do mundo, a seguir à católica.