Tempo
|

“Passo-a-rezar” faz três anos e chega aos cinco milhões de “downloads"

17 fev, 2013 • Ângela Roque

Nesta semana de aniversário tem sido o cantor e maestro Manuel Rebelo a dar voz aos textos bíblicos e Filipa Bianchi às meditações. Em breve sairá um novo livro.

“Passo-a-rezar” faz três anos e chega aos cinco milhões de “downloads"
“Passo-a-rezar” faz três anos e chega aos cinco milhões de “downloads"
No dia em que se assinala um ano de existência da iniciativa Passo-a-rezar, a Renascença dá a conhecer quem faz o projecto que junta música e oração num ficheiro mp3, levando a oração para fora dos espaços sagrados. A iniciativa do Secretariado Nacional do Apostolado da Oração tem nove mil seguidores diários e acumulou, num ano, dois milhões de downloads.
O Passo-a-rezar está de parabéns e este domingo assinala o terceiro aniversário com uma nova imagem, um novo vídeo e um novo livro. O projecto dos Jesuítas, que pôs muitos portugueses a rezar utilizando a internet, já tem milhares de seguidores e registou, desde o início, cinco milhões de “downloads”.

“Ao fim deste terceiro ano, vendo as estatísticas, passámos dos nove mil ‘downloads’ diários para 10 mil, pessoas que vão ao site fazer o ‘download’ dos ficheiros com as orações e depois usam na sua oração pessoal”, explica à Renascença o padre António Valério.

“São números impressionantes quando fazemos a multiplicação dos dias durante todo este tempo já são cinco milhões de downloads, cinco milhões de orações, cinco milhões de encontros com Deus”, sublinha.

O padre António Valério é um dos responsáveis deste projecto do Apostolado da Oração, uma obra da Companhia de Jesus que tentou desta forma responder ao apelo de Bento XVI para que a Igreja esteja presente no mundo digital.

“Tem sido uma confirmação ao longo do pontificado de Bento XVI a insistência que ele tem feito em levar o valor da fé e da oração para os meios de comunicação, sobretudo na realidade virtual”, afirma.

Por isso, afirma o padre António Valério, “sempre que sai um documento do Papa em que fala disso, ou um discurso dele, confirma muito a nossa missão. E a quantidade de pessoas a que conseguimos chegar, não são rostos concretos, não é aquela relação pessoal, mas percebemos pelos ecos, não só das visitas, mas pelas pessoas que comentam na nossa página ou nos escrevem os e-mails, que lhe faz muito bem. É notável a proximidade que se cria mesmo através destes meios que não são a relação mais próxima”.

Em três anos foram muitas as personalidades da cultura, da música, do teatro, e até da política, que deram voz às orações do Passo-a-rezar, nalguns casos com emoção evidente: “Quando foi o actor Rui de Carvalho foi muito emocionante para ele. Também quando foi com a Eunice Munoz, o ano passado, quando terminámos a gravação ela estava lavada em lágrimas com a profundidade dos textos. Tinha estado a ler textos da Comunidade de Taizé. Foi muito emocionante ver como ela partilhava muito os sentimentos que estava a ali a ler e a fazer rezar.”

Nesta semana de aniversário tem sido o cantor e maestro Manuel Rebelo a dar voz aos textos bíblicos, e Filipa Bianchi às meditações. Em breve sairá um novo livro.“Ao longo destes três anos fomos coleccionando os textos das introduções à oração, que são feitos sempre pela mesma pessoa, por um dos membros da coordenação do projecto, o doutor Elias Couto. Para manter alguma uniformidade no modo de iniciar a oração. Por isso, é um livro com as propostas dessas introduções à oração”, revela o padre António Valério.

O Passo-a-rezar conta com a colaboração voluntária de 15 pessoas, que escrevem as orações, e 30 leitores que gravam os textos em Lisboa e no Porto, com a ajuda dos sonoplastas do grupo Renascença. Para quem ainda não conhece é fácil lá chegar, basta clicar em www.passo-a-rezar.net.

Veja a reportagem vídeo que a Renascença fez na altura em que se assinalou o primeiro aniversário do Passo-a-rezar.