Tempo
|

Vaticano faz ultimato a tradicionalistas

14 fev, 2013 • Filipe d’Avillez

Sociedade de São Pio X ainda pode regressar ao diálogo antes da renúncia de Bento XVI. Caso contrário o Vaticano fará propostas individuais ao clero.  

Vaticano faz ultimato a tradicionalistas
O Vaticano fez um ultimato à Sociedade de São Pio X, o grupo fundado pelo Arcebispo Marcel Lefebvre, que recusa certas reformas do Concílio Vaticano II e que se encontra em situação irregular desde 1988, quando Lefebvre ordenou quatro novos bispos sem autorização papal.

Depois de no ano passado o processo de reunificação ter ficado quase resolvido, ao ponto de ter sido dado como garantido por especialistas, para redundar afinal num fracasso que, segundo o actual líder do grupo, fez regressar tudo à estaca zero, o Vaticano dá agora mais uma oportunidade à SSPX para regressar à mesa do diálogo antes de Bento XVI renunciar.

O actual Papa tem feito um grande esforço para reintegrar a Sociedade, que se separou de Roma enquanto ele era prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé, e segundo o seu irmão Georg Ratzinger este processo tem sido um dos que mais lhe custou durante o seu pontificado. Para além do aparente fracasso dos seus esforços o Santo Padre teve ainda de lidar com críticas internas de bispos que não querem a reunificação.

A carta enviada pelo Vaticano aos responsáveis da SSPX não é pública, mas segundo alguns sites especializados dá aos tradicionalistas até ao dia 22 para concordar voltar ao diálogo. Caso essa data não seja respeitada o Vaticano afirma que irá fazer propostas de reintegração individuais aos sacerdotes que pertencem à sociedade.