Tempo
|

Igreja quer "toda a verdade" sobre alegados casos de pedofilia

04 jan, 2013

Padre Manuel Morujão rejeita acusações da Rede de Cuidadores.

O porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) diz que o tema da pedofilia é demasiado sério para protagonismos que não servem para encontrar a verdade.

O padre Manuel Morujão comentava, esta quinta-feira, em Braga, as acusações da Rede de Cuidadores, que diz que a Igreja está a ignorar as denúncias que estão a ser feitas e que implicam instituições religiosas.

“Claro que não é verdade, a Igreja tem tomado muito a sério este problema, simplesmente, não quer criar espuma mediática”, afirma o porta-voz da CEP.

“ Acho que é um problema demasiado sério  para entrarmos em protagonismos. Acho que devemos querer a verdade, toda a verdade, só a verdade, nada mais do que a verdade, de uma maneira discreta. Acho que este é o serviço que é feito às possíveis vítimas, um exemplo para toda a sociedade”, sublinha.

O padre Manuel Morujão falava à margem dos 25 anos de ordenação episcopal de D. Jorge Ortiga, o arcebispo de Braga.


Consulte aqui o Comunicado do Secretariado Geral do Episcopado em relação ao recente Comunicado da Rede de Cuidadores.