Tempo
|

Monge budista imola-se no seu mosteiro no Tibete

22 out, 2012

Dhondup é o 55º tibetano a imolar-se em protesto contra a ocupação chinesa desde Março de 2011 e o oitavo no último mês.

Monge budista imola-se no seu mosteiro no Tibete
Um monge budista imolou-se no interior do seu mosteiro esta segunda-feira, tornando-se o 55º tibetano a escolher esta forma de protesto contra a ocupação chinesa do Tibete e o exílio forçado do Dalai Lama.

Esta foi a primeira vez que uma imolação decorre dentro de um mosteiro, neste caso o de Labrang, que é conhecido por ser um centro de resistência contra a influência chinesa.

Em 2008 ocorreram motins no local, depois de um grupo de monges ter protestado contra a ocupação chinesa durante uma visita de jornalistas.

Dhondup é assim o 55º tibetano a imolar-se pelo fogo em protesto contra a ocupação chinesa e o oitavo no último mês. As vítimas têm variado entre homens, mulheres, religiosos e leigos, solteiros e até pais de filhos. Uma grande parte acabou por morrer devido aos ferimentos.

No caso ocorrido hoje as autoridades procuraram levar o cadáver do monge mas foram impedidos pelos restantes membros do mosteiro.