Tempo
|

Catedral de Homs arrasada por quatro bombas

19 out, 2012

Cristãos continuam a tentar trabalhar pela reconciliação nacional e inter-religiosa numa das cidades mais atingidas pela violência na Síria.

Catedral de Homs arrasada por quatro bombas
A catedral católica siríaca de Homs, uma das cidades mais atingidas pela violência na Síria, foi totalmente destruída por quatro bombas, avançou o arcebispo Theophile G. Kassab daquela cidade, numa nota enviada à fundação Ajuda à Igreja que Sofre (AIS).

A catedral tinha sido restaurada recentemente com ajuda da AIS e inaugurada em Dezembro de 2011. Contudo, o edifício terá sido totalmente destruído neste atentado.

Noutra nota divulgada pela AIS dá-se conta do trabalho efectuado pelos cristãos que permaneceram naquela cidade. Todos correm perigo de vida devido aos combates, lê-se, embora por enquanto haja comida suficiente para ir sobrevivendo.

No bairro de Adawiyya, onde vivem cristãos, sunitas e alauitas, os responsáveis de um convento cristão conseguiram desenvolver um trabalho com crianças que reuniu debaixo do mesmo tecto famílias de todas as diferentes comunidades. “Houve um sentimento de alegria porque este projecto alcançou o objectivo de lançar uma pequena pedra nas fundações da reconciliação em Homs”, lê-se.