Tempo
|

Dia da erradicação da pobreza

Há pobreza envergonhada, alerta padre Agostinho Jardim

17 out, 2012

Presidente da Rede Europeia Anti Pobreza diz que conhece “alguns casais formados que vivem com 100 euros por mês, comem massa com massa, de manhã à noite, e têm vergonha de pedir”.

Há pobreza envergonhada, alerta padre Agostinho Jardim
O presidente da Rede Europeia Anti Pobreza (REAP), padre Agostinho Jardim, diz que a crise gerou um grupo de novos pobres - pessoas da classe média que foram afectados pelo desemprego.

“Conheço alguns casais formados que vivem com 100 euros por mês, comem massa com massa, de manhã à noite, e têm vergonha de pedir. Ou, então são as famílias ou vizinhos que lhes vão em socorro”, contra Agostinho Jardim à Renascença.
 
O presidente da REAP sublinha o facto de, muitas vezes, os casos da chamada "pobreza envergonhada" não constarem dos números oficiais.

No dia mundial para a Erradicação da Pobreza, o padre Agostinho Jardim aconselha o Governo a rever as políticas de combate à pobreza, sugerindo que as medidas que se enocntrem não contribuam para a humilhação dos mais pobres, muitos deles a viverem verdadeiros estados de desespero.