Tempo
|

Santa Sé vai apresentar primeiro relatório da Moneyval

17 jul, 2012

O Vaticano aderiu em Janeiro deste ano à convenção da ONU contra o crime organizado transnacional e à convenção internacional para a repressão do financiamento do terrorismo.

Santa Sé vai apresentar primeiro relatório da Moneyval
A Santa Sé vai apresentar, amanhã, a sua reacção ao primeiro relatório sobre as suas finanças preparado pela Moneyval, organismo especializado do Conselho da Europa para a luta contra a lavagem de dinheiro nos Estados-membros.

O documento foi apresentado na assembleia geral da instituição, que decorreu em Estrasburgo, no início deste mês. A Santa Sé participou no encontro com uma delegação presidida por monsenhor Ettore Balestrero, subsecretário do Vaticano para as relações com os Estados.

Este responsável vai falar aos jornalistas, pelas 11h30 de Roma, duas horas após a publicação de um "contributo" para a leitura do relatório por parte do Vaticano, anunciou hoje a sala de imprensa da Santa Sé.

O documento vai ser publicado na página do Moneyval na Internet, às 08h30, hora portuguesa.

Em Dezembro de 2010, Bento XVI criou uma Autoridade para a Informação Financeira, para garantir maior transparência nas finanças da Santa Sé (órgão de governo da Igreja Católica) e combater o crime económico. As medidas previstas estão a ser avaliadas pela primeira vez.

O Vaticano aderiu em Janeiro deste ano à convenção da ONU contra o crime organizado transnacional e à convenção internacional para a repressão do financiamento do terrorismo, além de ter ratificado a Convenção das Nações Unidas contra o tráfico de drogas.
Os responsáveis do Moneyval vão determinar se o Vaticano está em condições de ser readmitido na chamada "lista branca" da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e do Grupo de Acção Financeira (GAFI).