Tempo
|

Igreja irlandesa aceita ideia de “Dia de Expiação” por abusos sexuais

22 mai, 2012

Estado também seria abrangido por esta iniciativa em que seria dada uma atenção especial às vítimas de abusos sexuais.

Igreja irlandesa aceita ideia de “Dia de Expiação” por abusos sexuais
Diarmuid Martin Dublin Sean O'Malley Boston
Os bispos irlandeses não se opõem à criação de um “Dia de Expiação” pelos abusos sexuais contra menores.

A ideia foi proposta por uma vítima de abusos que deu o seu testemunho durante uma missa, no Domingo passado, em Waterford. Christopher Heaphy, que tem actualmente 67 anos, sugeriu a criação de um dia em que “todos os culpados peçam o nosso perdão e em particular o perdão de todos os que sofrem de traumas, dor física e se sentem excluídos da vida pública irlandesa”.

A proposta não se dirige apenas à Igreja Católica, que tem sido abalada ao longo dos últimos anos por várias revelações de abusos sistemáticos e de encobrimento por parte da hierarquia, mas também ao Estado, uma vez que muitas instituições públicas também eram afectadas por este problema.

Os bispos irlandeses já se mostraram favoráveis à criação deste dia, desde que não seja uma coisa organizada à pressa e que seja organizada de forma a respeitar as sensibilidades.