Tempo
|

Júlio Martin

“A Europa tem uma alma cristã que é preciso reavivar”

11 mai, 2012 • Ângela Roque

Jornada "Juntos pela Europa" liga este sábado 150 cidades do velho continente, incluindo Lisboa, Porto, Coimbra, Faro e Funchal. A iniciativa pretende alertar os decisores políticos para a necessidade de reavivar as raízes cristãs do continente.  

Realiza-se este sábado a jornada "Juntos pela Europa", que em Portugal juntará cinco cidades que, desta forma, pretendem alertar para a importância de preservar a identidade cristã do Velho Continente.

A cerimónia central da Jornada vai decorrer em Bruxelas, onde estão sedeadas várias instituições europeias. A escolha do local não foi feita ao acaso, como explica Júlio Martin, da comissão nacional "Juntos pela Europa": "Em Bruxelas estarão mais de mil pessoas, representantes dos movimentos mas também personalidades da política, da economia. A intenção é dar visibilidade política a esta iniciativa, mostrar que há cristãos empenhados numa Europa mais justa, mais fraterna, com valores cristãos. A Europa tem uma 'alma cristã' que é preciso reavivar “

Actor e encenador, Júlio Martin pertence ao Metanóia, Movimento Católico de Profissionais, um dos treze movimentos que prepararam a Jornada em Portugal. Mas, na Europa já são muitos mais: "esta aventura já envolve mais de duzentos e cinquenta movimentos. São católicos, evangélicos, ortodoxos, igrejas cristãs livres que se reconhecem em valores comuns".

Júlio Martin diz que esta caminhada conjunta tem sido um impulso para o diálogo ecuménico porque "há países com várias experiências cristãs, havia muitas feridas e tem sido um processo de reconciliação. Se foi na Europa que os cristãos se dividiram terá que ser na Europa que têm de se unir e dar esse sinal ao mundo".

Manifesto dos Sete Sim's
Esta é já a 3ª Jornada do "Juntos pela Europa", que em 2004 e 2007 se reuniu em Estugarda, na Alemanha, e aprovou o "Manifesto dos 7 Sim's": o "sim" à vida, à família, à criação, a uma economia justa, à solidariedade, à paz e à responsabilidade fraterna. 

Júlio Martin explica que estes são valores fundamentais  para uma Europa melhor, porque economia e justiça social não podem estar desligadas das outras realidades: “não podemos defender a vida e a família e ficarmos indiferentes, por exemplo, ao facto de uma mulher, por estar grávida, ser despedida do seu local de trabalho”.

O "Juntos pela Europa" tem o patrocínio do presidente da Comissão Europeia, Durão Barroso, do secretário-geral do Conselho da Europa e da directora-geral da Unesco.

A cerimónia em Bruxelas vai ser transmitida às 16h00 para as 150 cidades que aderiram à iniciativa. Participam o ex-presidente da Comissão Europeia, Romano Prodi, e serão transmitidas vídeo-mensagens do presidentes do Conselho Europeu e do Parlamento Europeu.

Cinco cidades portuguesas unidas com Bruxelas
O programa em Lisboa começa de manhã com um percurso entre o Terreiro do Paço e o Castelo de S. Jorge. A tarde será no auditório da Igreja do Sagrado Coração de Jesus.

No Porto a iniciativa começa na Rotunda da Boavista e prossegue na Casa de Vilar, onde às 11h30 D. Manuel Clemente dará uma conferência intitulada: "O que nós cristão queremos oferecer à Europa de hoje". 

O encontro no Parque Verde e a caminhada para o Instituto Justiça e Paz marcam o programa de Coimbra. Em Faro o programa passa pelo Parque das Figuras e pela Escola Superior de Enfermagem.

No Funchal o "Juntos pela Europa" vai associar-se ao Dia da Cidade Solidária, com recolha de alimentos por parte da Cáritas.

Para mais informações pode consultar http://juntospelaeuropa.blogspot.com http://www.together4europe.org