Tempo
|

Hotéis esgotados em Fátima

11 mai, 2012 • Paula Costa Dias

Empresários asseguram que há menos procura por parte de turistas espanhóis, italianos e irlandeses, mas que o 13 de Maio “acaba por salvar outros períodos” do ano.

Hotéis esgotados em Fátima
Não existem quartos disponíveis em Fátima, a dois dias da primeira Peregrinação Aniversária do ano. O quadro de hotéis esgotados estande-se às cidades próxiimas de Ourém e Tomar.

Numa fase de menor procura, a deslocação de pessoas para Fátima neste período do ano ajuda o sector hoteleiro da região a enfrentar as dificuldades.

“Há muito que não temos quartos disponíveis”, revelou à Renascença Pedro Pereira, proprietário de quatro hotéis, de três e quatro estrelas, em Fátima.

O empresário hoteleiro disse que é algo habitual entre Maio e Outubro, uma vez que, “grande parte das pessoas" alia ao carácter religioso da deslocação a componente de turismo cultural. "As pessoas vêem a Fátima mas visitam Tomar, Batalha, Alcobaça, Nazaré, Lisboa, Sintra, Cascais, entre outros locais”, explica.

O empresário sublinhou ainda que a crise teve em Fátima um efeito de diminuição do número de turistas espanhóis, italianos e irlandeses. Por sua vez, nota-se um incremento da presença de coreanos, polacos e brasileiros.

O alojamento local ganha com as peregrinações. Clara Cristina, da Residencial Santa Clara, diz que esta “é uma altura que acabar por salvar outros períodos mais baixos do ano", embora haja menos procura "comparativamente com há dois ou três anos”.