Tempo
|

1,3 milhões de euros para o Dalai Lama

30 mar, 2012

O mais famoso monge budista do mundo recebeu o prémio em reconhecimento da sua afirmação da dimensão espiritual da vida humana.

O Dalai Lama é o vencedor da edição de 2012 do prémio Templeton, anunciou ontem a fundação John Templeton, que distingue pessoas que promovam a dimensão espiritual da vida humana através do seu trabalho.

No comunicado em que anuncia o prémio, no valor de cerca de 1,3 milhões de euros, a fundação considera que o Dalai Lama “enfoca vigorosamente as ligações entre a ciência e o Budismo, como forma de melhor compreender e promover aquilo que ambas as disciplinas têm para oferecer ao mundo.”

Num vídeo no qual agradece o prémio o líder dos budistas tibetanos e, em larga medida, o mais famoso líder budista do mundo, diz que sente esta distinção como um reconhecimento do seu trabalho em prol da humanidade, nomeadamente através da defesa da não-violência.

O Dalai Lama, que venceu o prémio Nobel da Paz em 1989, sublinha contudo que a distinção e o dinheiro não o irão afectar: “Sou um simples monge budista, nem mais nem menos, depois de receber este prémio. Claro que agora poderá haver mais pessoas a prestar atenção aos meus discursos e ao que penso, nesse sentido, acho, é uma grande ajuda”, referiu.

O prémio Templeton foi criado em 1972 e ao longo destas quatro décadas já distinguiu pessoas das mais diversas áreas profissionais, académicas e religiosas.