Tempo
|

Vietname inviabiliza visita do Vaticano

27 mar, 2012

Comissão ia ao país para investigar a vida de Cardeal Van Thuan, cujo processo de beatificação decorre.

Vietname inviabiliza visita do Vaticano
O Governo de Hanói cancelou os vistos de uma comissão do Vaticano que se preparava para visitar o país, no decorrer do processo de beatificação do Cardeal Francis Xavier Nguyen Van Thuan.

Sem qualquer explicação, a embaixada do Vietname em Roma revogou os vistos que já tinham sido concedidos. A Igreja Católica daquele país asiático lamentou profundamente a medida, realçando que a investigação em curso é um assunto puramente de fé e não tem nada a ver com política.

Van Thuan é uma figura polémica para o regime comunista do Vietname. O Cardeal foi nomeado bispo-coadjutor de Saigão em 1975, na altura em que os comunistas tomaram controlo da cidade e apenas três meses mais tarde foi detido pelo regime.

Passou os próximos treze anos em prisão domiciliária, mas nunca fraquejou na fé, tornando-se um símbolo para todos os católicos do Vietname. Acabou por ser libertado na condição de sair do país e permaneceu no Vaticano até morrer, em 2002.

A comissão do Vaticano, liderada pelo Cardeal Peter Turkson, pretendia visitar o país para recolher testemunhos de pessoas que conviveram com Van Thuan, no contexto do seu processo de beatificação.