Tempo
|

Igreja "está cansada" de casamentos que "se tornam obstáculos"

29 fev, 2012

Patriarca de Lisboa aborda o tema do casamento cristão na sua segunda catequese quaresmal.

Igreja "está cansada" de casamentos que "se tornam obstáculos"
Igreja "está cansada" de casamentos que "se tornam obstáculos"
Patriarca de Lisboa aborda o tema do casamento cristão na sua segunda catequese quaresmal.
D. José Policarpo considera que a Igreja "está cansada" de casamentos que não respeitam o sentido cristão do matrimónio e que se tornam "obstáculos" ao caminho de santidade.

“Penso que a Igreja está cansada de casamentos que depois se tornam um obstáculo ao caminho e à fidelidade cristã. É no momento exactamente do discernimento que é preciso ver isso com muita clareza”, afirma o Patriarca de Lisboa num vídeo que antecipa a sua segunda catequese quaresmal.

Mais do que aos casados, a questão é posta aos jovens que se preparam para casar: “Tu que estás a começar a namorar, estás a preparar-te para casar, sentes que isso é um caminho de santidade, ou é só porque gostas, porque estás a pôr em prática e dar dimensão concreta ao amor humano, à tua paixão, à tua atracção?”, pergunta D. José.

O Patriarca realça que os dois aspectos não são incompatíveis, mas que precisam um do outro: “É importante que seja tudo vivido como um caminho de santidade”.

Para D. José Policarpo, o casamento, do ponto de vista cristão, é mais do que apenas uma instituição natural: “O matrimónio cristão não é apenas uma inclinação natural, mas é uma vocação cristã e, portanto, um caminho para a realização da fidelidade cristã, um caminho para a santidade. Se é uma vocação cristã, isso pressupõe um chamamento. A primeira coisa que os noivos devem fazer quando começam esta caminhada é um discernimento”, diz o Patriarca.

A segunda catequese quaresmal do Patriarca de Lisboa realiza-se na Sé de Lisboa, às 18h00 de domingo.