Tempo
|

Doze mortos em conflitos entre muçulmanos e polícias na China

29 fev, 2012

Grupo de etnia Uigure terá atacado autoridades, matando sete polícias e três civis.

Doze mortos em conflitos entre muçulmanos e polícias na China
Um grupo de manifestantes de etnia Uigure, na China, atacou ontem a polícia causando pelo menos sete mortos entre as autoridades, de acordo com agências chinesas.

Os uigure são uma etnia muçulmana que compõe cerca de 45% da população do Estado de Xinjiang. Ao longo dos últimos anos têm ocorrido vários conflitos entre uigures e as autoridades chinesas. O forte controlo policial das comunidades muçulmanas, com total proibição de encontros não autorizados e vigilância das mesquitas e actividades religiosas, é apontado como uma das razões do protesto de ontem.

Ao todo doze pessoas terão perdido a vida durante os conflitos. Fontes locais dizem que os manifestantes esfaquearam e mataram sete polícias e três civis. Dois dos uigure terão sido mortos a tiro pelas autoridades.