Tempo
|

Papa pede a Damasco que ouça o povo e acabe com a violência

12 fev, 2012

Bento XVI dedicou a oração do Angelus à situação na Síria, onde todos os dias morrem pessoas.

Papa pede a Damasco que ouça o povo e acabe com a violência
O Papa apelou ao Governo sírio que reconheça as legítimas aspirações do seu povo. Bento XVI pediu a Damasco mais diálogo e o fim da violência, que já matou milhares de pessoas desde Março do ano passado.

“Recordo na oração as vítimas entre as quais há muitas crianças, os feridos e os muitos que sofrem as consequências de um conflito cada vez mais preocupante. Além disso, renovo um premente apelo para pôr fim à violência e ao derramamento de sangue”, afirmou o Sumo Pontífice.

“Por fim convido todos, a começar pelas autoridades políticas da Síria, a privilegiarem a via do diálogo, da reconciliação e do empenho pela paz. É urgente responder às legítimas aspirações das diversas componentes da nação, bem como aos esforços da comunidade internacional preocupada com o bem comum de toda a sociedade e da região”, sublinhou Bento XVI durante a oração do Angelus, na Praça de São Pedro.