Tempo
|

Feriados

Igreja mantém proposta de acabar com Corpo de Deus e 15 de Agosto

26 jan, 2012

Festas religiosas serão transferidas para o Domingo seguinte, explica o padre Manuel Morujão.

Igreja mantém proposta de acabar com Corpo de Deus e 15 de Agosto
A Igreja revelou-se hoje satisfeita pelo facto de o Estado dar mostras de cumprir o que tinha proposto em relação aos feriados.

O Porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa, padre Manuel Morujão, congratula-se com o facto de o Governo ter decidido manter a proposta inicial de acabar com dois feriados civis: “Certamente a reacção é positiva por que o Governo mostra que promete e cumpre. Foi o que propôs à Conferência Episcopal e agora está a dizer que usa esse sistema de equidade entre os feriados civis e os religiosos.”

Em meados deste mês, durante as negociações com os parceiros sociais, chegou a falar-se na possibilidade de se manter o 5 de Outubro, o que levou a Igreja a afirmar que nesse caso apenas abdicaria de um feriado religioso. Contudo, o Governo terá decidido mesmo acabar com a celebração da implantação da República.

Face a esta posição do Governo relativamente aos feriados civis a Igreja reafirma estar disponível para eliminar os feriados religiosos do Corpo de Deus e do 15 de Agosto: “Certamente que estas festas se celebrarão no Domingo seguinte. É claro também que esta é uma proposta que faz a Conferência Episcopal mas a decisão final é tomada pela Santa Sé e pelo Estado português, cumprindo a Concordata”, explica o padre Manuel Morujão.