Tempo
|

Ecumenismo

Começa hoje a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos

18 jan, 2012 • Ângela Roque

Vigílias no Porto, Lisboa, Algarve e Braga marcam as actividades em Portugal durante estes dias.

Começa hoje a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos
As diferentes confissões cristãs assinalam, a partir de hoje, mais uma Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos.

Em Portugal várias iniciativas vão marcar este "Oitavário", este ano preparado pela Polónia.

Todas as Semanas de Oração pela Unidade dos Cristãos são previamente preparadas por uma comunidade com experiência ecuménica. Desta vez, foi a Polónia o país escolhido. Católicos, protestantes e ortodoxos prepararam o guião que vai ser seguido em todo o mundo, como explica o padre Tony Neves, da Equipa Ecuménica Jovem em Portugal: “Apesar da Igreja Católica ter, neste momento, 95% dos polacos do seu lado, as outras igrejas cristãs, ortodoxas e protestantes, são igualmente comunidades vivas, com quem a Igreja Católica tem feito caminho. Foi o conjunto da hierarquia destas Igrejas que foi convidado para preparar os subsídios para esta semana de oração pela unidade dos cristãos”.

"Transformados em Cristo" foi o tema escolhido para este ano. Por cá, serão, sobretudo, os jovens a assinalar esta Semana, com várias vigílias, a começar com a de hoje, no Porto: “Na Igreja do Mirante, que é a sede da Igreja Metodista no Porto, haverá uma grande vigília ecuménica. No dia 21 de Janeiro, quer em Lagos, para a diocese do Algarve, quer em São Tomás de Aquino, para a área de Lisboa, também haverá vigílias e sei que em Braga também está prevista uma vigília.”

O padre Tony Neves não fica, contudo, satisfeito com uma semana de oração e continua a defender que Janeiro devia ser o mês do Ecumenismo: “Para mim, fazer deste mês de Janeiro o mês do Ecumenismo, o mês da unidade, é fazer dele o mês de sintonia, de partilha e de fraternidade universal.”

Nos países do hemisfério norte, a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos decorre sempre de 18 a 25 de Janeiro, culminado, assim, no dia em que a igreja celebra a conversão de S. Paulo.