Tempo
|

Concertação Social

D. Jorge Ortiga diz que acordo é “bem-vindo”

17 jan, 2012

O Arcebispo de Braga espera que as medidas melhorem a qualidade de vida aos portugueses, especialmente aos que não têm trabalho.

D. Jorge Ortiga diz que acordo é “bem-vindo”

O presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social e Mobilidade Humana, D. Jorge Ortiga, diz que o Acordo de Concertação Social sobre a reforma laboral será bem-vindo se aumentar a produtividade e o emprego.

O também Arcebispo de Braga diz que “vivemos num período em que a convergência de vontades se impõe no espectro de ‘em comum lutarmos’, procurando o melhor para todos”.

“Naturalmente que isto através do trabalho, é o caminho certo e seguro para alcançar alguns resultados”, considera D. Jorge Ortiga, que acrescenta que “se isto vem trazer mais trabalho perante o flagelo do desemprego e se vem fazer com que Portugal possa ter uma capacidade produtiva, no sentido de melhorar o nosso tecido económico, para proporcionar a melhor qualidade de vida para todos os portugueses, eu creio sem dúvida nenhuma que é um acordo bem-vindo e faço votos para que produza esses efeitos.”

O presidente da Comissão Episcopal da Pastoral Social faz votos “particularmente por quem não tem trabalho e poderá porventura ficar sem trabalho.”