Tempo
|

Bispos do Congo pedem reavaliação de “graves erros” eleitorais

13 jan, 2012

Grupo de 35 prelados pede à comissão eleitoral que corrija os erros ou que se demita.

Elementos da hierarquia católica da República Democrática do Congo pediram ontem à comissão eleitoral que reavaliasse os “graves erros” que se verificaram nas últimas eleições nacionais.

Os resultados oficiais deram a vitória ao presidente Kabila, mas tanto a oposição como observadores internacionais independentes reclamaram casos de fraude eleitoral e erros na contagem.

Os 35 bispos que subscreveram o pedido apelam aos elementos da comissão eleitoral para reavaliar os erros ou demitirem-se, “tenham a coragem de se questionarem e corrigirem os graves erros que danificarem a confiança da população na instituição. Se não o fizerem, que se demitam”.

O catolicismo tem uma importância histórica no Congo, onde actualmente 50% da população pertence à Igreja Católica, num total de 96% da população que adere ao Cristianismo.