Tempo
|

Iraque

Extremistas islâmicos atacam estabelecimentos cristãos no Curdistão

05 dez, 2011

Dezenas de lojas foram destruídas, deixando a comunidade cristã aterrorizada.

Extremistas islâmicos atacam estabelecimentos cristãos no Curdistão
Uma multidão de muçulmanos destruiu dezenas de estabelecimentos pertencentes a cristãos na cidade de Zakho, no Curdistão iraquiano.

Os problemas terão começado depois da homilia de um imã, na Sexta-feira, que proferiu palavras contra os cristãos e outras minorias religiosas da zona.

Os seus seguidores saíram da mesquita e atacaram dezenas de lojas pertencentes a cristãos, incluindo estabelecimentos de venda de bebidas alcoólicas. As estimativas variam entre as 13 e as 30 lojas destruídas.

A zona curda do Iraque tem sido poupada aos piores episódios de perseguição contra os cristãos, pelo que as cerca de 200 famílias cristãs que vivem na região estão agora preocupadas com o seu futuro.