Tempo
|

Terra Santa

Descoberta arqueológica lança dúvidas sobre Templo de Jerusalém

24 nov, 2011

Moedas descobertas debaixo das fundações indicam que a obra foi concluída depois da morte de Herodes.

Descoberta arqueológica lança dúvidas sobre Templo de Jerusalém
Arqueólogos em Israel descobriram ontem um conjunto de moedas, debaixo das fundações do Muro das Lamentações, que indicam que a construção do Templo demorou mais tempo do que até agora se tinha suposto.

A crença convencional era de que o Templo tinha sido construído pelo Rei Herodes, mas as moedas, cunhadas vinte anos depois do seu reinado, indicam que a obra só foi terminada depois da sua morte.

Esta não é a primeira indicação histórica que aponta no sentido de uma construção mais tardia. O historiador judeu Flavio Josefo, num relato contemporâneo, já tinha indicado que a obra havia sido concluída pelo bisneto de Herodes, mas isso não tinha alterado a ideia generalizada de que tinha sido o próprio.

O Templo de Jerusalém foi arrasado pelos romanos no ano 70 depois de Cristo. O Muro das Lamentações é o único resquício da construção, razão pela qual é considerado sagrado para os judeus.

No local existe actualmente a mesquita de Al-Aqsa, venerada por Muçulmanos.