Tempo
|

Irlanda

Papa aceita renúncia de mais um bispo irlandês

23 nov, 2011

Não é claro se a renúncia de Seamus Hegarty resulta do escândalo de abusos sexuais ou doença. Irlanda tem agora sete dioceses sem bispo.

O Papa aceitou a demissão do bispo irlandês Seamus Hegarty.

A notícia já foi confirmada oficialmente pelo Vaticano, mas sem explicar se a renúncia está relacionada com o escândalo de pedofilia que abalou a igreja da Irlanda.

Hegarty foi um dos muitos hierarcas implicados e acusados de ter tratado o assunto de forma inadequada, encobrindo alguns casos.

A demissão foi aceite com base no artigo 401, alínea 2, do Código do Direito Canónico que tanto prevê a renúncia em caso de doenças graves como em casos de falha grave de comportamento, como é o caso da ocultação de casos de pedofilia. Numa nota em que agradeceu ao Papa ter aceite a sua demissão Hegarty deu a entender que sofre de uma doença, embora não tenha especificado qual.

Com a renúncia do bispo de Derry, que abarca também partes da Irlanda do Norte, a Igreja irlandesa fica com sete dioceses sem bispo. Prevê-se que o Vaticano reforme radicalmente a estrutura nos próximos tempos, reduzindo o número total de dioceses.