Tempo
|

Cónego João Aguiar nomeado director das comunicações sociais da Igreja

16 nov, 2011

"É alguém que tem não só um conhecimento daquilo que é a realidade neste momento, como uma visão muito alargada daquilo que são as potencialidades da comunicação social", justifica D. Pio Alves de Sousa.

Cónego João Aguiar nomeado director das comunicações sociais da Igreja
Cónego João Aguiar nomeado director das comunicações sociais da Igreja
O cónego João Aguiar Campos, que preside ao conselho de gerência do Grupo r/com – renascença comunicação multimédia, é o novo director do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais da Igreja.

“Pela sua experiência na comunicação social escrita, na rádio e também na presença da Igreja nas novas plataformas, é alguém que tem não só um conhecimento daquilo que é a realidade neste momento, como uma visão muito alargada daquilo que são as potencialidades da comunicação social e da presença da Igreja na comunicação social e, portanto, penso que é uma escolha que não estranhará ninguém”, justifica o presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais, D. Pio Alves de Sousa.

D. Pio Alves de Sousa vai manter em funções os directores dos secretariados nacionais da Pastoral da Cultura (padre Tolentino Mendonça) e dos Bens Culturais da Igreja (Sandra Costa Saldanha), bem como o secretário da Comissão Episcopal, o jornalista Paulo Rocha. Como vogais da Comissão vai ter o bispo auxiliar do Porto, D. João Lavrador, e D. Nuno Brás, nomeado bispo auxiliar de Lisboa, e que vai ser ordenado no próximo Domingo.

A escolha surpreendeu o cónego João Aguiar Campos, que vai assim substituir no cargo o cónego António Rego. “Claro que é uma surpresa, mas encaro como um trabalho de Igreja. Estou convicto de que será um serviço exigente, tanto mais que se trata de não desmerecer, daqui para o futuro, da excelência do que tem sido feito ao longo destes anos pelo cónego António Rego, a quem quero saudar e dizer que, para mim, é uma honra exercer uma função sucedendo-lhe”, afirma o cónego João Aguiar Campos.