Tempo
|

Lisboa acolhe XIII Fórum Ecuménico Jovem

04 nov, 2011 • Ângela Roque

A primeira edição do Fórum realizou-se em 1998. A edição deste ano tem por tema "De graça recebeste, dá de graça" e é dedicada ao voluntariado.

Mais de 250 participantes são esperados, amanhã, sábado, no Fórum Ecuménico Jovem, um encontro organizado pelos responsáveis da pastoral juvenil das igrejas Católica, Lusitana, Metodista e Presbiteriana.

A 1.ª edição do Fórum realizou-se em 1998 e, desde aí, tem-se repetido todos os anos. Mas, a Equipa Ecuménica Jovem que o organiza não esgota o seu trabalho neste encontro anual. Reúne-se de dois em dois meses, e já avançou com outras iniciativas, como a peregrinação a Taizé, um campo de trabalho no Telhal e a gravação de dois CD ecuménicos.

Para o padre Tony Neves, representante católico na organização, os cristãos têm mais coisas a uni-los que a separá-los: "Acreditamos no mesmo Cristo, lemos a mesma palavra de Deus e queremos ajudar a construir um mundo mais humano". Garante que "o diálogo é intenso, e há muita cumplicidade".

Também Eva Michel, da Igreja Presbiteriana em Portugal, faz um balanço muito positivo deste diálogo ecuménico que tem permitido aos jovens conhecerem-se e fazerem coisas em comum: "a relação entre as igrejas constrói-se a vários níveis. As ligações entre os líderes e as cúpulas é importante, mas não é a única. A ligação entre os jovens é importante, e em Portugal tem dado frutos".

O padre Tony Neves espera que as várias igrejas cristãs se consigam aproximar ainda mais e fazer com que Janeiro - quando se assinala a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos - possa vir a ser conhecido como "o mês do Ecumenismo, tal como Outubro é o mês das Missões".

Voluntariado em destaque
"De graça recebeste, dá de graça" é o tema deste XIII Fórum Ecuménico Jovem, que é dedicado ao voluntariado e onde vai ser dado a conhecer o trabalho que é feito, por exemplo, pelos "Leigos para o Desenvolvimento" e pelos "Jovens sem Fronteiras", na "Comunidade de Santo Egídio", no "Banco Alimentar Contra a Fome" ou nas "Irmãzinhas dos Pobres".
Serão, ao todo, dez as entidades responsáveis por outros tantos workshops que os jovens poderão frequentar. Uma das inovações na edição deste ano é a "Tenda do Encontro", um espaço de oração aberto todo o dia.

O encontro terminará com um concerto musical onde vão ser interpretadas as canções do segundo CD ecuménico gravado o ano passado, nos estúdios da Renascença.

O Fórum vai decorrer este sábado no colégio jesuíta de São João de Brito, ao Lumiar, a partir das 10h30.