Tempo
|

Paróquia lança "crowdfunding" para restaurar quadro histórico

11 jun, 2015

Uma das paróquias mais antigas, mas também mais pobres de Lisboa, vê-se forçada a recorrer a mecanismos alternativos para conseguir salvar um património artístico ameaçado.

A Igreja de São Cristóvão, na Mouraria, Lisboa, está a recorrer ao financiamento colectivo ("crowdfunding") para tentar salvar uma obra de arte histórica.

Recentemente foi encontrada na Igreja, que está classificada como Imóvel de Interesse Público, mas também precisa de uma intervenção urgente, uma tela do pintor Bento Coelho da Silveira que representa a Última Ceia, descrita como uma peça central do programa iconográfico que ainda se mantém, na íntegra, no interior da Igreja.

A obra, que retrata a teologia católica da Eucaristia como sacrifício e banquete, foi encontrada atrás do altar-mor, mas está bastante danificada.

Segundo uma nota enviada à Renascença pelo padre Edgar Clara, pároco desta Igreja, "a importância desta obra e a urgência de uma operação especializada que impeça a sua perda irremediável, motivaram a paróquia a lançar uma acção de 'crowdfunding' tendo em vista a sua recuperação. Caso tenha sucesso, a intervenção na tela decorrerá no local, possibilitando aos visitantes o acompanhamento dos trabalhos."

Quem quiser participar pode aceder ao site da campanha para fazer um donativo. A iniciativa conta com o apoio da Câmara de Lisboa, da Junta de Freguesia de Santa Maria Maior, da EGEAC e do Patriarcado de Lisboa.