Tempo
|

Extremistas islâmicos matam dezenas de drusos na Síria

11 jun, 2015 • Filipe d'Avillez com Reuters

As comunidades no Líbano e em Israel desta minoria do islão estão a fazer pressão para que se armem os seus irmãos na Síria, mas não existem planos para esse efeito por enquanto.

Extremistas islâmicos matam dezenas de drusos na Síria
O Presidente de Israel manifestou a sua preocupação pela situação da minoria drusa na Síria.

Durante uma reunião com o general Martin Dempsey, dos Estados Unidos, o Presidente Reuven Rivlin terá dito, segundo a Reuters, que "o que se passa agora constitui intimidação e uma ameaça à própria existência de meio milhão de drusos", que vivem na região fronteiriça com Israel.

As afirmações de Rivlin surgem numa altura em que se revelou que pelo menos 20 drusos foram massacrados por elementos da Frente al-Nusra, numa aldeia na Síria. O massacre aconteceu quando os terroristas tentaram confiscar uma casa na aldeia drusa e os locais resistiram.

A comunidade drusa, uma variante minoritária do islão, vive espalhada na Síria, no Líbano e em Israel. Os drusos tendem a ser leais aos governos dos seus países e participam nas forças armadas. Em Israel a comunidade é vista como um baluarte de apoio ao Governo e há drusos nas mais altas esferas militares do país.

De igual modo os drusos na Síria são vistos como apoiantes do Governo de Bashar al-Assad e estão por isso sob ameaça agora que grupos rebeldes, incluindo extremistas islâmicos, se aproximam dos seus territórios históricos, no sul do país.

Os grupos mais fundamentalistas, como a Frente Al-Nusra e o autoproclamado Estado Islâmico, consideram os drusos hereges, mas desde o início da guerra civil só agora é que estas forças se aproximaram o suficiente das povoações drusas para poderem constituir uma verdadeira ameaça.

Apesar de Rivlin ter abordado o assunto, segundo um oficial americano contactado pela agência Reuters, não se falou em armar os drusos, mas as comunidades drusas em Israel e no Líbano estarão a fazer pressão nesse sentido.

Existem no mundo cerca de um milhão e meio de drusos. A Síria tem a maior população, com mais de 700 mil, segue-se o Líbano com 215 mil e Israel com 140 mil. Há cerca de 30 mil na Jordânia e uma comunidade de perto de 300 mil na diáspora, com destaque para a Venezuela.