Tempo
|

O que significa a entronização de Nossa Senhora Aparecida em Fátima?

12 mai, 2015 • Filipe d'Avillez

É a primeira vez que no santuário se entroniza outra imagem que não a de Nossa Senhora de Fátima. "Gesto aproxima os católicos portugueses e brasileiros", diz padre brasileiro em Portugal.

O que significa a entronização de Nossa Senhora Aparecida em Fátima?

Foi no ano de 1717 que dois pescadores encontraram nas suas redes uma imagem de Nossa Senhora da Conceição, sem a cabeça. Quando voltaram a lançar as redes ao rio Paraíba, para seu grande espanto, surgiu a cabeça da imagem. Quando o acontecimento chegou ao conhecimento da população rapidamente se estabeleceu uma grande devoção àquela que ficou conhecida como a imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, ou simplesmente a Aparecida.

Em 1904 a imagem tornou-se padroeira do Brasil e passa agora a ficar associada também ao Santuário de Nossa Senhora de Fátima pela entronização de uma réplica da imagem original, trazida pelo arcebispo da diocese de Aparecida, o cardeal Dom Raymundo Damasceno Assis.

A entronização está marcada para as 18h00 desta terça-feira e antecede o início das celebrações aniversárias de Fátima, presididas este ano por D. Raymundo, que chefia uma delegação de centenas de peregrinos brasileiros.

No ano passado foi entronizada uma imagem de Nossa Senhora de Fátima no Brasil, no Santuário da Aparecida. Esta terça-feira, em Fátima, o gesto é retribuído: é a primeira vez que se entroniza uma imagem neste santuário, além da imagem de Nossa Senhora de Fátima.

O que é a entronização?
"O acto da entronização significa, fundamentalmente, colocar a imagem de Nossa Senhora Aparecida num lugar no santuário à veneração dos fiéis", explica o reitor do Santuário de Fátima, padre Carlos Cabecinhas. "Significa que a imagem será solenemente colocada num dos acessos ao santuário para a veneração daqueles que são devotos de Nossa Senhora da Conceição Aparecida."

A imagem da Aparecida é de pequenas dimensões e o santuário teve o cuidado de a colocar num sítio onde fique bem visível. O espaço encontrado ainda é provisório, mas fica junto a um dos acessos ao recinto, do lado da capelinha.

Para o padre Pedro Granzotto, brasileiro de origem e pároco da Amora, na diocese de Setúbal, com esta entronização acentua-se a devoção mariana dos povos dos dois países mas também os laços entre eles.

"É um gesto que aproxima os católicos portugueses e brasileiros. A Senhora Aparecida não é mais que a Imagem de Nossa Senhora da Conceição aparecida, e com certeza foi uma imagem que chegou ao Brasil a partir de Portugal. Mas o povo brasileiro e o povo português são extremamente devotos a Nossa Senhora e esta entronização vai unir ainda mais os dois povos."