Tempo
|

Papa recebeu Raul Castro por mais de uma hora

10 mai, 2015

É muito raro o Papa conceder audiências privadas deste tipo ao domingo, mas Francisco abriu uma excepção para Castro, que pediu para parar em Roma durante o seu regresso de Moscovo.

Papa recebeu Raul Castro por mais de uma hora
Papa recebeu Raul Castro por mais de uma hora
O Papa Francisco recebeu este domingo no Vaticano o líder de Cuba, Raul Castro. Esta não deixa de ser uma visita de carácter histórico. Embora Francisco tenha planos visitar Cuba em Setembro, este encontro marca a primeira visita de um líder cubano ao Vaticano. A reunião privada durou quase uma hora, muito mais do que é costume para audiências desta natureza.
O Papa Francisco recebeu esta manhã no Vaticano o líder de Cuba, Raul Castro.

O encontro já tinha sido anunciado, mas a Santa Sé deixou claro que se tratava de uma reunião estritamente privada, pelo que não foi divulgada qualquer informação sobre o teor da conversa.

Esta não deixa de ser, contudo, uma visita de carácter histórico. Embora Francisco tenha planos para se tornar o terceiro Papa seguido a visitar Cuba, este encontro marca a primeira visita de um líder cubano ao Vaticano.

É muito raro o Papa conceder audiências privadas deste tipo ao domingo, mas Francisco abriu uma excepção para Castro, que pediu para parar em Roma durante o seu regresso de Moscovo, onde esteve para comemorar o final da Segunda Guerra Mundial, a convite de Vladimir Putin.

Sabe-se também que a reunião privada durou quase uma hora, muito mais do que é costume para audiências desta natureza.

O Papa Francisco anunciou recentemente uma visita a Cuba, que se vai realizar em Setembro, na véspera da sua visita aos Estados Unidos.

Há poucos meses a notícia de que Washington e Havana estavam em vias de retomar as relações diplomáticas e comerciais surpreendeu o mundo e rapidamente se soube que o Vaticano tinha sido uma parte importante do processo negocial que conduziu a esse final. A visita de Castro a Roma terá tido como objectivo principal o agradecimento ao Papa pelo seu papel.