Tempo
|

D. Manuel Clemente elogia preparação para Sínodo

22 fev, 2015

Cardeal proferiu este domingo a primeira catequese quaresmal, tendo destacado o caminho para o Sínodo de 2016.

D. Manuel Clemente elogia preparação para Sínodo

Lisboa saudou o novo Cardeal. A primeira catequese quaresmal foi também de acção de graças pela elevação ao cardinalato de D. Manuel Clemente.

“A alegria do evangelho enche o coração e a vida inteira” é o tema deste ano, com o Cardeal Patriarca a destacar passagens da exortação apostólica do Papa Francisco. “’A alegria do evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus, quantos se deixam saudar por Ele, são libertados do pecado, da tristeza, do vazio interior, do isolamento. Com Jesus Cristo renasce sem cessar a alegria’. Quero com esta exortação dirigir-me aos fiéis cristãos a fim de os convidar para uma nova etapa evangelizadora marcada por esta alegria e indicar caminhos para o percurso da Igreja nos próximos anos”, disse.

D. Manuel Clemente destacou nesta primeira catequese quaresmal o caminho para o Sínodo de 2016, já em preparação na diocese de Lisboa, para reflectir precisamente sobre esta mensagem do Papa.

“Na diocese de Lisboa estamos a tentar levar à prática da maneira mais consequente que o Papa Francisco nos indica na exortação. Ele diz que é um sonho missionário chegar a todos e chegar com presença, chegar com resposta e isso tem que ser feito sobretudo pelas comunidades cristãs. Essas é que estão no terreno, nas nossas paróquias, nas nossas instituições religiosas. Há já muita gente envolvida – mais de 20 mil pessoas – em equipas de reflexão sobre o texto do Papa para tentar levar à prática esta evangelização concreta transmitindo e partilhando tudo aquilo que recebem de Cristo como incentivo e como maneira de estar e de conviver”, referiu.

D. Manuel Clemente em declarações aos jornalistas já depois da primeira catequese quaresmal que proferiu este domingo no Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa.

D. Manuel elogia instituições da Igreja nestes tempos de crise
Várias personalidades da vida política marcaram presença na cerimónia de acção de graças pela elevação ao cardinalato de D. Manuel Clemente, incluindo o primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, o ministro dos Negócios Estrangeiros e o presidente da Câmara de Lisboa que apresentaram cumprimentos ao Cardeal.

No final, D. Manuel Clemente agradeceu estas presenças, como um reconhecimento do Estado ao papel que a Igreja tem na construção do país e aos jornalistas reforçou essa importância das instituições da Igreja num tempo particularmente difícil.

“As autoridades são as primeiras responsáveis pelo bem comum de nós todos e felizmente vivemos num país democrático e quer ao nível das autarquias quer ao nível central acredito que cada um faça o melhor que pode e sabe, com certeza de variedade de opiniões, de perspectivas e critérios, mas isso é saudável. O que é urgente é que todos lá estejamos quando for preciso dar respostas”, disse.

O Cardeal aproveitou para saudar “todas as instituições que não têm faltado nessa primeira linha da resposta imediata a quem tem necessidades e depois também criação de futuro só pode ser solidária”.

A primeira catequese quaresmal é inspirada na exortação apostólica do Papa Francisco “A Alegria do Evangelho”.