Tempo
|

"Educamos as crianças para a violência", alerta Bispo do Porto

24 jan, 2015

D. António Francisco dos Santos falou no segundo Encontro Nacional de Leigos no Porto.

"Educamos as crianças para a violência", alerta Bispo do Porto
"Educamos as crianças para a violência", alerta Bispo do Porto
Na homilia da Eucaristia que encerrou o segundo encontro nacional de leigos, o Bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos criticou o modelo predominante na sociedade contemporânea em que as crianças são preparadas para a rivalidade e competitividade. A Eucaristia na Igreja de S. Francisco no Porto encerrou o segundo Encontro Nacional de Leigos que decorreu este Sábado no edifício da Alfândega. D. António Francisco dos Santos exortou também os leigos à paixão pela missão.

O Bispo do Porto denunciou a forma como as crianças são educadas para a afronta e para a violência, em vez da reconciliação, diálogo e partilha.

Na homilia da Eucaristia que encerrou o segundo encontro nacional de leigos, D. António Francisco dos Santos criticou o modelo predominante na sociedade em que as crianças são preparadas para a rivalidade e competitividade.

“O modelo predominante da sociedade europeia contemporânea diz-nos que as crianças são tantas vezes ensinadas mais a ter do que a ser. Preparamos as novas gerações para a competitividade e para a rivalidade, educamos muitas vezes pela expressão dos nossos sentimentos e das imagens multiplicadas mais para a afronta e a violência do que para a reconciliação, para o diálogo, para a mansidão e para a paz. Vivemos um modelo de sociedade que facilmente empobrece as pessoas, lhes retira generosidade e lhes provoca um vazio de sentido”, disse.

D. António Francisco dos Santos exortou os leigos à paixão pela missão. “Os leigos devem ser protagonistas e não apenas destinatários desta missão da igreja. Agradeço-vos por isso. Sois voluntários de Deus e seguidores da humanidade. Importa recolocar o homem no centro da sociedade”.

O Bispo mostrou-se optimista em relação aos tempos que se avizinham para a Igreja desde que a comunidade eclesial siga o exemplo do Papa Francisco.

A eucaristia na Igreja de S. Francisco no Porto encerrou o segundo encontro nacional de leigos que decorreu este Sábado no edifício da Alfandega. Recolocar o Homem no Centro da sociedade, do pensamento e da Vida foi o tema do encontro.