Tempo
|

Movimentos eclesiais reunidos em congresso mundial

20 nov, 2014 • Ana Lisboa

A iniciativa está a decorrer desde esta quinta-feira em Roma e é promovida pelo Conselho Pontifício para os Leigos da Santa Sé.  

Cerca de 300 membros de movimentos eclesiais e novas comunidades estão reunidos no Vaticano para o seu terceiro congresso mundial.

O encontro, que tem como tema "A Alegria do Evangelho, uma Alegria Missionária", surge como "resposta ao convite do Papa para a transformação missionária da Igreja", refere o secretário do Conselho Pontifício para os Leigos, o bispo Josef Clemens.

Por seu turno, o presidente deste Conselho, o Cardeal Stanislaw Rylko, explicou que a "variedade e riqueza dos novos carismas" que se multiplicam nestes movimentos e novas comunidades, são uma riqueza para a Igreja Católica.

"Propõem itinerários pedagógicos de iniciação cristã de uma eficácia impressionante, capazes de mudar a vida das pessoas e de despertar nelas um impulso evangelizador extraordinário", assinalou o responsável da Cúria Romana.

Uma das presenças neste congresso é do comité executivo do Organismo Mundial de Cursilhos de Cristandade, actualmente com sede em Portugal.

Em comunicado, o comité diz que "este é mais um momento histórico para o Movimento dos Cursilhos de Cristandade e para Portugal, dado que foi no seu mandato/serviço como organismo mundial que o Conselho Pontifício para os Leigos aprovou os novos estatutos, com o respectivo reconhecimento canónico".

A representar este organismo em Roma estão presentes três portugueses: o bispo auxiliar da Arquidiocese de Braga, D. Francisco Senra Coelho; o presidente do movimento, Francisco Salvador; e Mário Bastos, da Diocese de Setúbal.

O congresso mundial termina sábado, depois de uma audiência com o Papa Francisco.