Tempo
|

Bispos católicos apelam à participação em referendo sobre independência

17 set, 2014 • Ecclesia

Cerca de quatro milhões de escoceses decidem quinta-feira o futuro do país. Quer votem "sim" ou "não" à independência, os bispos católicos pedem aos escoceses: votem.

Bispos católicos apelam à participação em referendo sobre independência
A Conferência Episcopal da Escócia apelou esta quarta-feira à participação no referendo sobre a independência do país que vai decorrer esta quinta-feira.

"Juntamente com os bispos escoceses, profundamente conscientes da importância deste referendo, encorajo e incentivo todas as pessoas que têm direito de voto a exercê-lo em plena liberdade de escolha e segundo o que julgarem ser o melhor para o futuro", escreve Philip Tartaglia, arcebispo de Glasgow.

A consulta popular deve levar às urnas cerca de quatro milhões de pessoas.

O arcebispo de Edimburgo, Leo Cushley, sublinha à Rádio Vaticano a "importância" desta decisão para a Escócia e para o Reino Unido, elogiando o debate "tranquilo" entre apoiantes do "sim" e do "não" à independência.

Cushley admite que há uma "percentagem significativa" de católicos favoráveis a uma Escócia independente, mas recorda que encontrou "católicos apaixonadamente envolvidos nas duas frentes".