Tempo
|

Papa aprova canonização de missionário indo-português

17 set, 2014 • Ecclesia

O padre José Vaz nasceu em Goa e foi missionário no Sri Lanka, país que Francisco vai visitar em Janeiro de 2015.  

O Papa aprovou esta quarta-feira a canonização do padre José Vaz, nascido na Goa portuguesa a 21 de Abril de 1651, que foi missionário no Sri Lanka, onde morreu a 16 de Janeiro de 1711.

O Vaticano anunciou em comunicado que Francisco confirmou "os votos favoráveis” da sessão ordinária da Congregação para as Causas dos Santos em relação a este processo, sem exigir um novo milagre.

O sacerdote da Congregação do Oratório foi beatificado por São João Paulo II em Janeiro de 1995, durante uma viagem ao Sri Lanka, que Francisco vai visitar em Janeiro de 2015.

O futuro santo José Vaz foi recordado, na sua beatificação, como “um grande padre missionário”, tendo vivido de forma pobre numa época de perseguição aos cristãos, apesar de ter nascido numa família da casta dos brâmanes.

O sacerdote foi preso e ajudou clandestinamente as comunidades católicas, celebrando missa de noite, para além de ter traduzido o Evangelho para as línguas tâmil e o cingalês.

Além do padre José Vaz, o Papa abriu caminho à beatificação da religiosa italiana Maria Cristina da Imaculada Conceição (1856-1906), ao aprovar a publicação de um decreto relativo a um milagre atribuído à sua intercessão.

A data da canonização vai ser definida em reunião de cardeais, que vai ser convocada pelo Papa “proximamente”.