Tempo
|

EUA atingem posições do Estado Islâmico no Iraque

08 ago, 2014 • Filipe d’Avillez

Fontes militares falam de ataques a peças de artilharia que estariam a atacar postos curdos, próximos de pessoal americano em Arbil, no Curdistão.  

EUA atingem posições do Estado Islâmico no Iraque
Começaram esta sexta-feira os ataques americanos a posições dos fundamentalistas do Estado Islâmico, no Iraque.

Segundo a CNN, dois F18 partiram do porta-aviões Bush, que se encontra na região, e bombardearam pontos de artilharia do Estado Islâmico que estavam na proximidade de Arbil, a capital do Curdistão.

Barack Obama disse na noite de quinta-feira que os EUA não iam esperar e estavam prontos a agir no Iraque para impedir a morte de milhares de refugiados e para defender os seus interesses em Bagdad e em Arbil.

Esta manhã já houve lançamentos de ajuda humanitária para o monte Sinjar, onde dezenas de milhares de membros da comunidade yazidi se encontram cercados por militantes do Estado Islâmico. Milhares de refeições e litros de água devem ajudar os yazidis a sobreviver, mas chegam tarde de mais para as dezenas que já morreram de sede, incluindo pelo menos 40 crianças.

Obama disse ainda que autorizava ataques militares contra pontos do Estado Islâmico caso estes estivessem de alguma forma a ameaçar pessoal ou instalações americanas, como o consulado em Arbil e a embaixada em Bagdad. O Presidente dos Estados Unidos foi claro, contudo, ao dizer que não permitiria o regresso de militares ao terreno.

Segundo o almirante John Kirby, das Forças Armadas americanas, as peças de artilharia estavam a disparar contra alvos curdos próximos de pessoal americano.

A notícia dos ataques americanos surgem no dia em que John Kerry descreveu a perseguição de cristãos e yezidis no Iraque como um genocídio.

O Estado Islâmico tem consolidado o seu poder no norte do Iraque, provocando a fuga total de todas as minorias que não são sunitas e mesmo alguns árabes que temem o estilo fundamentalista dos extremistas.

Quem são e o que querem os jihadistas que lançam o caos no Iraque?
Quem são os yazidi?