|

Bragança

Vaticano atribui título de Basílica à Igreja de Santo Cristo de Outeiro

10 jul, 2014 • Olímpia Mairos

Designação reconhece valor patrimonial e arquitectónico do templo do século XVII e acentua ligação ao Papa.

A igreja-santuário de Santo Cristo de Outeiro, na Diocese de Bragança-Miranda, recebe sábado o título de Basílica Menor, atribuído pela Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.

D. José Cordeiro, bispo da Diocese de Bragança-Miranda, considera que a designação, atribuída após pedido formal endereçado pelo prelado em 5 de Maio de 2014, reconhece “a importância” deste templo “na acção pastoral, litúrgica e espiritual” e o seu valor patrimonial e arquetectónico. 

O título é concedido pela Santa Sé “para estabelecer um vínculo maior com a Igreja Universal e com o Papa” e para que a igreja-santuário se possa tornar “num centro de irradiação da espiritualidade do coração de Deus para o nordeste transmontano e para todos quantos tenham o privilégio de a visitar”, disse à Renascença.

O título de Basílica Menor é visto também como uma forma “de valorizar o património” e fazer com que “o turismo seja um lugar de evangelização”, realça D. José Cordeiro.

Celebração solene em Novembro
O Decreto de elevação à categoria de Basílica Menor será lido no próximo sábado, naquela igreja-santuário, pelas 14h30, na Eucaristia que será presidida pelo bispo da diocese de Bragança-Miranda, D. José Cordeiro.

A celebração solene da promulgação do título ocorrerá a 8 de Novembro, durante as celebrações dos 500 anos do segundo foral de Outeiro, concedido pelo rei D. Manuel I, em 11 de Novembro de 1514. Assim, o dia 8 de Novembro ficará a ser o dia do aniversário da basílica.

“Basílica” é o título concedido pela Santa Sé a algumas igrejas pela sua antiguidade ou por serem centros de peregrinações.

Há “Basílicas Maiores” e “Basílicas Menores”, de que são exemplo, em Portugal, a dos Mártires, em Lisboa, a Real, de Castro Verde, a de Nossa Senhora do Rosário de Fátima e a da Santíssima Trindade, em Fátima.

Monumento único na região
Construída no século XVII e monumento nacional desde 1927, a Basílica Menor de Santo Cristo de Outeiro, distingue-se pela simetria e equilíbrio de proporções.

A fachada principal é rasgada por um magnífico portal geminado, encimado por uma grande rosácea e flanqueada por duas torres sineiras com remate piramidal. No interior, de gosto barroco, sobressaem os altares de talha policromada e dourada.

É um monumento único na região de Trás-os-Montes e recentemente sofreu obras de restauro.