Tempo
|

Parques condicionados em Fátima. É importante chegar com antecedência

12 mai, 2014

“Vindo com a antecedência de dois dias não há problema”, diz um caravanista à Renascença. “Na véspera é mais difícil”, concorda uma peregrina.

Os peregrinos que, com antecedência, se instalaram em Fátima não tiveram dificuldade em encontrar estacionamento. Com as obras a decorrer nalguns parques, a situação está um pouco mais condicionada.

Os caravanistas, por exemplo, ficaram privados do seu parque habitual. Mesmo assim, acreditam que as obras vão valer a pena: “Isto é preciso modernizar”, diz um caravanista à Renascença.

Um outro sublinha que, “vindo com a antecedência de dois dias não há problema.”

As obras visam dar melhores condições aos peregrinos. “Pretende-se, não aumentar ou diminuir os lugares de estacionamento, mas dar condições aos peregrinos, aumentar o número de árvores e criar alguns espaços cobertos, de modo a protegê-los das intempéries”, explica o reitor do santuário, padre Carlos Cabecinhas.

Nesta altura ainda há alguns lugares de estacionamento mas, como alternativa, foi disponibilizado o parque nº 25.