Tempo
|

Papa dá “parabéns” a todos os pais

19 mar, 2014 • Ecclesia

Francisco percorreu a Praça de São Pedro num carro descoberto, sob os aplausos dos presentes, parando para beijar crianças e falar brevemente com algumas pessoas.

Papa dá “parabéns” a todos os pais
O Papa Francisco disse esta quarta-feira, no Vaticano, que São José é o modelo de “educador” e de “papá” para todos os pais do mundo, a quem deu os parabéns no dia que lhes é dedicado.

“A missão de São José é, certamente, única e irrepetível, porque Jesus é absolutamente único, mas na sua custódia de Jesus, educando-o para crescer em idade, em sabedoria e em graça, ele é modelo para cada educador, em particular para todos os pais”, referiu, perante mais de 60 mil pessoas reunidas na Praça de São Pedro, para a audiência pública semanal.

A festa litúrgica de São José foi a data escolhida, em 2013, para a missa de início solene do pontificado de Francisco. “Confio à sua protecção todos os pais, os sacerdotes – que são pais – e os que têm uma missão educativa na Igreja e na sociedade”, declarou.

O Papa quis saudar “de coração” todos os pais que estavam presentes no Vaticano, a quem pediu que levantassem a mão. “Parabéns, parabéns no vosso dia”, disse.

Francisco pediu para todos os pais a “graça” de estarem sempre “muito próximos” dos filhos, “deixando-os crescer, mas próximos, próximos”.

“Eles [filhos] têm necessidade de vós, da vossa presença, da vossa proximidade, do vosso amor. Sede para eles São José, guardiães do seu crescimento em idade, em sabedoria e em graça, guardiães do seu caminho”, precisou.

O Papa repetiu os parabéns e votos de um “bom dia do pai”, antes de convidar os presentes a rezar um Pai-Nosso por todos os pais, em particular por aqueles que já faleceram.

A catequese de Francisco falou de São José como “guardião”, retomando uma ideia central da sua homilia de 19 de Março de 2013, inauguração do pontificado, quando usou, em 30 ocasiões, termos ligados à expressão ‘guardar’.

O Papa percorreu a Praça de São Pedro num carro descoberto, sob os aplausos dos presentes, parando para beijar crianças e falar brevemente com algumas pessoas.

Francisco deixou também uma saudação aos peregrinos de língua portuguesa, confiando à protecção de São José "todos os educadores, em particular os pais, para que, com o seu exemplo, ajudem os mais jovens a crescerem em sabedoria, estatura e graça".