Tempo
|

Sete cristãos egípcios assassinados na Líbia

24 fev, 2014

Em Março de 2013 pelo menos 48 coptas, como são conhecidos os cristãos egípcios, foram detidos em Benghazi, acusados de proselitismo.

Sete cristãos egípcios foram encontrados mortos numa praia no Leste da Líbia esta segunda-feira.

Os cadáveres foram encontrados baleados na cabeça, nos arredores de Benghazi.

Aquela região da Líbia tem sido palco de muita violência e existe muita actividade islamita na zona, sobretudo desde a deposição do Khadafi em 2011.

Existe uma importante comunidade egípcia na Líbia, sobretudo composta por comerciantes. Em Março de 2013 pelo menos 48 coptas, como são conhecidos os cristãos egípcios, foram detidos em Benghazi, acusados de proselitismo por estarem na posse de artigos religiosos cristãos como bíblias e pagelas com imagens de Cristo e do antigo líder da Igreja Copta Ortodoxa.

Não há, por enquanto, qualquer informação sobre a razão destas execuções, que também não foram reivindicadas.