Tempo
|

Igreja tem lutado contra casos de abusos sexuais

12 fev, 2014

Porta-voz da CEP reafirma que já muito se fez nesta matéria, apesar de muito ainda haver para fazer.

Igreja tem lutado contra casos de abusos sexuais

A Conferência Episcopal Portuguesa (CEP) reitera que a Igreja tem lutado contra os casos de abusos sexuais e sublinha que ainda há muito para fazer. Manuel Morujão, porta-voz da CEP, diz que o apelo lançado pelas Nações Unidas ao Vaticano, para que os suspeitos de pedofilia na Igreja fossem levados à Justiça, foi abordado pelos bispos na reunião desta quarta-feira e que a Igreja não baixa os seus braços.

"Falou-se brevemente desse assunto mas está claro porque poucos dias antes desse relatório já o representante da Santa Sé em Genebra tinha dado explicações orais e entregou relatórios do que a Santa Sé tem feito. A Igreja respondeu cabalmente e eu pergunto qual é a instituição internacional que tem feito mais neste campo?"

o porta-voz da CEP acrescenta que "tudo o que se fizer é pouco porque as crianças devem ser salvas de qualquer abuso mas, graças a Deus, muito se tem feito, mas muito continuará a dever ser feito".

Desta reunião da comissão permanente da Conferência Episcopal Portuguesa saiu uma orientação para a próxima Sexta-feira Santa: Um jejum solidário.

A Conferência Episcopal aprovou ainda um voto de congratulação pelos 25 anos de episcopado de D. Gilberto Reis, Bispo de Setúbal.