Tempo
|

“A dignidade da pessoa nunca se reduz às suas faculdades ou capacidades”

09 fev, 2014

Papa deixou uma mensagem é alusiva ao Dia Mundial do Doente, que se assinala na próxima terça-feira e lembrou também as vítimas do mau tempo em vários países.

“A dignidade da pessoa nunca se reduz às suas faculdades ou capacidades”
“A dignidade da pessoa nunca se reduz às suas faculdades ou capacidades”
O Papa Francisco apelou este domingo à dignidade das pessoas doentes e pediu às suas famílias para não terem medo da fragilidade. Após o oração do Angelus, no Vaticano, o Papa deixou uma mensagem é alusiva ao Dia Mundial do Doente, que se assinala na próxima terça-feira e lembrou também as vítimas do mau tempo em vários países.

O Papa Francisco apelou este domingo à dignidade das pessoas doentes e pediu às suas famílias para não terem medo da fragilidade.

“A dignidade da pessoa nunca se reduz às suas faculdades ou capacidades, e não diminui quando a pessoa é fraca, invalida e está a precisar de ajuda. Penso também nas famílias, onde é normal tomar conta de quem está doente. Por vezes as situações podem ser mais pesadas”, observou o Papa.

A mensagem é alusiva ao Dia Mundial do Doente, que se assinala na próxima terça-feira. O Papa falou depois da oração do Ângelus, perante milhares de peregrinos na Praça de São Pedro, em Roma.

“Muitos me escrevem e hoje gostaria de assegurar uma oração a todas essas famílias, e digo-lhes: não tenham medo da fragilidade. Ajudem-se uns aos outros com amor, e sentirão a presença consoladora de Deus.”

O Papa Francisco lembrou ainda os que, por estes dias, são vítimas do mau tempo, em vários países. “Rezo pelos que estão a sofrer danos e perturbações por causa das calamidades naturais em vários países, incluindo aqui em Roma.”

“A Natureza desafia-nos a ser solidários e estar atentos à salvaguarda da criação, também para prevenir, tanto quanto possível, consequências mais graves”, acrescentou Francisco. 
 
O Papa fez também uma referência aos Jogos Olímpicos de Inverno, a decorrer em Sochi, na Rússia.  Saudou os organizadores e os atletas, e disse esperar que seja uma verdadeira festa do desporto e da amizade.