Tempo
|

“Impasse sobre bispo das Forças Armadas vai ser ultrapassado”

29 jan, 2014 • Ângela Roque

O porta-voz dos bispos garante apenas que a assistência continua assegurada em cada ramo militar, e acredita que o bom senso acabará por prevalecer nas negociações.  

“Impasse sobre bispo das Forças Armadas vai ser ultrapassado”
O porta-voz da Conferência Episcopal Portuguesa confirma que a Igreja e o Governo estão a tentar ultrapassar o impasse em relação ao novo Bispo das Formas Armadas.

D. Manuel Linda tomou posse canónica sexta-feira, mas ainda não foi integrado nas forças armadas.

Em declarações esta tarde à Renascença o padre Manuel Morujão não confirma nem desmente se o impasse se deve a uma recusa do governo em pagar pela assistência religiosa, como serviço prestado ao Estado.

O porta-voz dos bispos garante apenas que a assistência continua assegurada em cada ramo militar, e acredita que o bom senso acabará por prevalecer nas negociações.

“Há conversações em curso entre a Santa Sé, representada pela Nunciatura Apostólica, e o Governo de Portugal, aqui especificado no Ministério da Defesa. São pessoas de bem, evidentemente que nem sempre as conversações são fáceis, mas estão a correr e chegarão a bom termo. Há um capelão chefe que ainda não está nomeado da parte do Governo, mas a assistência religiosa continua a ser feita pelos diversos capelães dos vários ramos das forças armadas.”

D. Manuel Linda já tomou posse canonicamente, mas falta a integração oficial nas Forças Armadas. O porta-voz da CEP diz desconhecer os pormenores, uma vez que as negociações não envolvem directamente a CEP. “Não sei, porque estas negociações não são da Conferência Episcopal, são entre a Nunciatura e o Ministério da Defesa, espera-se que se chegue a boa conclusão neste serviço que a Igreja presta às forças armadas e de segurança.”

O novo Bispo das Forças Armadas e da Segurança, D. Manuel Linda, foi nomeado em Outubro pelo Papa, mas só tomou posse sexta-feira, sucedendo no cargo a D. Januário Torgal Ferreira. D. Manuel Linda era, desde 2009, bispo auxiliar de Braga.