Tempo
|

Papa não quer "papagaios" a recitar o Credo

10 jan, 2014

Para Francisco, a fé total em Deus, tal como nos chegou pela tradição, é uma fé vencedora: “A nossa fé pode tudo! É vitória! E seria bom, repeti-lo a nós próprios, porque muitas vezes somos cristãos derrotados.”

Papa não quer "papagaios" a recitar o Credo
O Papa Francisco não quer cristãos a meio-gás, nem papagaios a recitar o Credo.

Na homilia que proferiu na manhã desta sexta-feira, no Vaticano, Francisco queixou-se do facto de haver muitos cristãos derrotados ou que repetem tudo de cor, esquecendo o real valor da fé.

Para Francisco, a fé total em Deus, tal como nos chegou pela tradição, é uma fé vencedora: “A nossa fé pode tudo! É vitória! E seria bom, repeti-lo a nós próprios, porque muitas vezes somos cristãos derrotados.”

“A fé é confessar Deus. É isto que todos recitamos no Credo. E uma coisa é recitar o Credo a partir do coração e outra é como papagaios. Creio em Deus, creio em Jesus Cristo. Creio naquilo que digo?”, pergunta Francisco.

“Esta confissão de fé é verdadeira, ou digo-a de cor, só porque se deve dizer? Ou creio só a meio gás? Confessar a fé: é toda e não uma parte! E é guardá-la toda, tal como nos chegou, pela estrada da Tradição!”, concluiu o Papa.