Tempo
|

Síria

Cristãos estão todos com Governo, diz bispo católico na Síria

16 jun, 2011

Cristãos temem ascensão do islamismo radical caso o regime caia.

Cristãos estão todos com Governo, diz bispo católico na Síria
Cristao, cristão, síria, Igreja Caldeia

Pelo menos 80% da população está com o Governo de Assad, incluindo todos os cristãos, insiste o bispo católico caldeu de Aleppo, Monsenhor Antoine Audo.

Segundo o bispo, os manifestantes anti-governo apenas querem dividir o país: “Os fanáticos falam de liberdade e de democracia para a Síria, mas esse não é o seu verdadeiro objectivo. Querem dividir os países árabes, controlá-los, apoderar-se do seu petróleo e vender armas. Procuram a destabilização e a islamização”, afirmou, apelando à resistência.

O bispo acusou ainda as principais agências de comunicação de serem tendenciosos, a favor dos manifestantes, apontando especificamente a Al-Jazeera e a BBC.

A Síria tem uma importante minoria cristã, cerca de 10% da população. Ao contrário de muitos outros locais no Médio Oriente, os cristãos sírios vivem em paz e gozam de bastante influência social, ocupando vários cargos de responsabilidade.

Bashar Al-Assad, o líder do país, pertence à minoria alauíta, uma seita islâmica considerada herética pelas principais correntes muçulmanas, que compõe também cerca de 10% da população síria. Por essa razão sempre foi do seu interesse promover a tolerância religiosa e suprimir o islamismo radical. Muitos cristãos temem que a queda do regime abra as portas aos fundamentalistas e ameace esta concórdia, como dá a entender o bispo caldeu de Aleppo.